quinta-feira, 24 de junho de 2010

Por Vezes...

Há momentos em que nos bate a tristeza.
Momentos em que precisamos das pessoas e elas não estão lá, nem são o que pensamos que são.
Por isso é que quando estou triste, prefiro estar triste em silêncio...
Chorar em silêncio...
Estou Triste para mim, Choro para mim...
Mais ninguém vê...
Mais ninguém ouve...
Mantêm-se as aparências e terceiros não sabem...
Se dissermos que lá estivemos no momento que mais precisavamos...
Não Estivemos.
No momento que mais precisei, tu não estiveste lá...
Assim como certamente o contrário também deve ter acontecido, mas de todos os que me viraram as costas naquele momento, tu devias ter sido a única pessoa que não o poderia ter feito, mas no entanto foste a primeira pessoa a fazê-lo.
Como costumo dizer: "Eu posso perdoar... Mas nunca, nunca mesmo vou esquecer..."
Por vezes o Passado não é passado...
É bem presente nas nossas memórias...